Justiça do Trabalho suspende processo de privatização da Eletroacre

06 de junho de 2018
22:29
Administrador

A Eletrobras informou  que o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, em decisão de tutela de urgência, determinou que a companhia e suas distribuidoras, entre elas, a Eletroacre, se abstenham de dar prosseguimento ao processo de desestatização.

Segundo o comunicado da estatal, o Tribunal pediu que seja apresentado “estudo sobre o impacto da privatização nos contratos de trabalho em curso” no prazo de 90 dias.

“A companhia analisará as medidas cabíveis e manterá o mercado informado”, destaca a nota da Eletrobras.

Serão privatizadas a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), Boa Vista Energia, Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia), Companhia Energética do Piauí (Cepisa) e Companhia Energética de Alagoas (Ceal).

Fonte:http://www.jornalatribuna.com.br