Sandy diz que fez 'muita terapia' ao decidir fase solo: 'Perdi metade do cabelo'

13 de agosto de 2020
15:24
Purepeople
Em entrevista, Sandy revelou por que optou por seguir carreira sem Júnior: 'O que eu estava buscando e vendo dentro de mim era um tipo de música para lugar mais quieto, lugar menor, para um público mais seleto, menos popular, mais de nicho'. Saiba mais!
 

Sandy recordou os momentos de tensão momentos antes de decidir, com convicção, de que a carreira solo era seu próximo passo na carreira. Depois de 17 anos, a cantora deixou a dupla com o irmão, Júnior. "Eu espero não passar a impressão errada. Eu sou extremamente grata, extremamente realizada com toda a minha história. Eu fui muito feliz cantando com o meu irmão, fui muito feliz na turnê do ano passado, mas eu não sou aquela pessoa. Eu me diverti, corri pro abraço, me joguei de verdade, foi muito legal. Foi interessante saber que eu ainda sei ser aquela artista", disse ela, de volta como a personagem Cristal na reprise da novela "Estrela Guia".
 


 

DUPLA DE JÚNIOR RECORREU A TERAPIA APÓS OPTAR PELA CARREIRA SOLO

Em entrevista ao apresentador Marcos Mion, Sandy não escondeu ter ficado com medo ao apostar no solo. "Eu fiquei apavorada, perdi metade do meu cabelo. Foi mesmo um salto de fé, uma aposta, tipo 'e agora'? Quando eu e meu irmão tivemos a conversa só nós dois e chegamos à conclusão 'vamos encerrar a dupla', a gente ficou um mês pensando, ponderando. E depois que a gente estava mais convicto é que falamos 'vamos comunicar'. Estava saindo de uma coisa que fiz uma vida inteira para ir para um terreno completamente novo, sem saber o que eu ia encontrar. Quando lancei meu primeiro disco solo eu até fiz um pequeno documentário falando sobre isso porque passei por um momento de muita imersão, tive que fazer muita terapia para ir desfazendo esses medos", lembrou.
 


SANDY QUIS SE REINVENTAR COMO ARTISTA

Em papo com Marcos Mion, que também entrevistou Caio Castro e mais famosos, Sandy detalha como foi essa transição. "Eu acordei uma artista solo que tava começando entre aspas do zero, estava traçando um novo caminho, mas com uma bagagem gigantesca que adquiri em 17 anos com o meu irmão. Eu não costumo ser impulsiva para tomar decisões e faço tudo muito baseado na razão, ponderei muito essa questão, procurei em mim o que eu queria. Faço terapia desde os 18 anos, tinha 24 anos quando a gente terminou a dupla. Mas eu terminei com uma convicção, eu precisava me reinventar como artista, fazer uma coisa que fosse só minha e um momento de recolha", comentou.
 

 

'EU QUERIA SER MENOR', AFIRMA MULHER DE LUCAS LIMA

Segundo Sandy, shows enormes, lotados e números, não era mais aquilo que ela buscava em sua carreira. "Eu queria ser menor, eu escolhi isso porque já não era mais do que estava me alimentando como artista. O estilo de música que eu estava buscando fazer, entendo que estava dentro de mim ele não condizia com show em estádio. O que eu estava buscando e vendo dentro de mim era um tipo de música para lugar mais quieto, lugar menor, para um público mais seleto, menos popular, mais de nicho", comentou. O último show de Sandy & Júnior, como dupla, aconteceu em live em abril deste ano.



Por Rahabe Barros
Edição: Francisco Mesquita/Rádio e TV Cidade
FOTOS:
  © Divulgação, TV Globo - Cesar Valle


Quer mais conteúdo? Acesse: www.radiocidadeac.com.br
Sintonize também a #TvCidadeHD canal 39.1 na sua TV!
Rádio Cidade 107,1 FM - A Rádio Que Pensa Em Você!
Siga-nos no instagram & Facebook: @cidadefmac